O herpes genital é uma doença transmitida sexualmente através do sexo vaginal, oral e anal e que é causado pelo herpes simplex.

Para traçar o correto diagnóstico é necessária uma avaliação médica. As lesões por herpes genital têm um aspecto muito concreto; falamos de bolhas ou feridas que causam dor e comichão no local. Para o diagnóstico, podem também ser pedidos exames complementares, como análises de sangue ou raspagem da lesão para posterior avaliação laboratorial.

Os 5 principais sintomas a que deve estar atento são:

  1. Presença de pequenas vesículas (bolhas) na região genital;
  2. Dor, comichão e vermelhidão no local;
  3. Ardor quando urina ou dificuldade em urinar, no caso das lesões estarem próximas da uretra;
  4. Dor ou ardor quando evacua, quando as lesões estão próximas do ânus;
  5. Gânglios linfáticos da virilha aumentados.

Os sintomas manifesta-se cerca de 10 dias após a intercorrência sexual não protegida, com o portador do vírus.

As vesículas ou bolhas causadas pelo vírus contêm um líquido no seu interior que é libertado na prática sexual, infetando assim a outra pessoa envolvida.

No caso dos homens, as lesões podem surgir em qualquer zona do pênis; no caso das mulheres, pode manifestar-se na vulva, vagina, uretra, colo do útero ou até mesmo na região anal ou reto, na eventual prática de relações sexuais anais.

Na mulher grávida o herpes genital pode representar sérios riscos!

A infeção por herpes pode ser causadora de parto prematuro ou até mesmo aborto. O vírus pode progredir até ao bebé através da corrente sanguínea, podendo originar uma grave infecção, potencialmente fatal.

As lesões herpéticas podem surgir nas várias zonas próximas à região genital, e o uso de preservativo não garante que a transmissão não ocorra. Previna-se! Saiba que pode esclarecer todas as suas dúvidas com a equipe médica da Oval Medical Centre.

Esta informação foi útil?