Os planos do NHS COVID Pass para regular a entrada em eventos e locais foram “arquivados”, porém, ainda é um importante auxílio para viagens.

O NHS COVID Pass – frequentemente referido na mídia como “COVID Passport” – não é mais tão amplamente discutido. Isso segue a decisão de não aplicar um sistema de inscrição em todo o Reino Unido para a entrada em todos os grandes eventos, locais e casas noturnas.

Existem alguns locais e eventos que pedem comprovante de vacinação, embora o passaporte digital da vacina não seja tão solicitado como muitas pessoas pensavam que seria. No entanto, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que pode considerar torná-lo um requisito mais universal, “se for preciso”.

O COVID-19 Pass que você obtém no site do NHS, ou por meio de um aplicativo – ainda é importante se você deseja viajar.

Isso é verdade para o passaporte COVID que a Inglaterra usa e para a versão escocesa.

Muitos países veem isso como a única forma de provar que você foi vacinado. Você pode precisar mostrá-lo para entrar em alguns destinos, e também para visitar as principais atrações turísticas e locais.

Uma falha na comunicação do aplicativo e o site do NHS recentemente criou problemas para muitos viajantes. Como eles não conseguiram acessar suas informações online, ocorreu a perda de voos e a serem forçados a pagar por testes de PCR de emergência.

Além disso, há uma possibilidade crescente de que o Passaporte COVID-19 da UE seja aberto a cidadãos do Reino Unido, o que pode simplificar as viagens pelo continente.

Como sempre, a equipe do Oval Medical Centre manterá os pacientes atualizados sobre os passes COVID-19.

Esta informação foi útil?